fbpx
Início » Blog do Rico » Concurso Nacional Unificado tem suas primeiras retificações. Confira!

Concurso Nacional Unificado tem suas primeiras retificações. Confira!

Postado em 19 jan 2024 em Blog do Rico

Os editais do Concurso Nacional Unificado (CNU) sofreram suas primeiras retificações nesta sexta-feira, 19.

 

Foram realizadas modificações na distribuição de cargos por vagas, complementação de requisitos, ajustes em eixos temáticos, revisão de salários e inclusão de termos. O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) foi um dos órgãos que passou por significativas alterações em suas informações.

 

No Bloco 1, as mudanças se deram na carreira de tecnologista, com a modificação de requisitos e a distribuição de vagas. No Bloco 8, a retificação se deu nos pesos dos eixos, na distribuição de vagas e no também no ajuste salarial para o cargo de técnico.

 

Diversos outros cargos também sofreram reajustes salariais, incluindo o especialista em indigenismo da Fundação Nacional do Índio (Funai) em algumas especialidades, bem como o analista em ciência e tecnologia.

 

Já no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), a mudança mais significativa ocorreu nos quadros dos cargos, além de um ajuste em relação a remuneração de algumas especialidades. Não houve nenhuma retificação na parte relativa às provas.

 

No Bloco 4, referente ao cargo de Auditor-Fiscal do Trabalho (AFT), foram implementadas algumas modificações, incluindo detalhes no curso de formação, ajustes nos salários das carreiras de médicos e psicólogos, bem como especificidades na área de conhecimento da especialidade “Auditoria e Fiscalização do Trabalho” da carreira de AFT.

 

 

O CONCURSO 

 

Os editais do Concurso Nacional Unificado (CNU) foram oficialmente publicados na noite desta quarta-feira, 10. Ao total, são ofertadas 6.640 vagas para cargos de níveis médio e superior, com remuneração chegando a R$23 mil. Confira abaixo como foi realizado a distribuição de provimentos, por blocos:

 

► Bloco 1 – Infraestrutura, Exatas e Engenharias – 727 vagas;

 

► Bloco 2 – Tecnologia, Dados, e Informação – 597 vagas;

 

► Bloco 3 – Ambiental, Agrário e Biológicas – 530 vagas;

 

► Bloco 4 – Trabalho e Saúde do Servidor – 971 vagas;

 

► Bloco 5- Educação, Saúde, Desenvolvimento Social e Direitos Humanos – 1.016 vagas;

 

► Bloco 6 – Setores Econômicos e Regulação – 359 vagas;

 

► Bloco 7 – Gestão Governamental e Administração Pública – 1.748 vagas; e]

 

► Bloco 8 – Nível Intermediário – 692 vagas.

 

Cada bloco temático tem um edital específico, com diferentes órgãos e carreiras.

 

Uma pessoa possoa poderá se inscrever para concorrer em diversos cargos no mesmo bloco, pagando uma única taxa de candidatura.

 

 

AS INSCRIÇÕES 

 

As inscrições do Concurso Nacional Unificado iniciam no dia 19 de janeiro e segue até o dia 9 de fevereiro. Os interessados deverão se candidatar através de sua conta Gov.br no site da banca organizadora, a Fundação Cesgranrio, mediante o pagamento da taxa que varia de R$60 a R$90, a depender do cargo (podendo ser isentada do dia 19 ao dia 26 de janeiro).

 

 

AS PROVAS 

 

O Concurso Nacional Unificado irá avaliar os candidatos através de diversas etapas, como:

 

► 1ª fase: provas objetivas e discursivas;

 

► 2ª fase: perícia médica (avaliação biopsicossocial);

 

► 3ª fase: procedimento de verificação da condição declarada: reserva de vagas para pessoas negras; e

 

► 4ª fase: procedimento de verificação documental complementar: reserva de vagas a indígenas. 

 

Alguns cargos ainda terão de realizar a avaliação de títulos.

 

As provas objetivas e discursivas irão ocorrer no dia 5 de maio, a ser aplicadas em 220 cidades brasileiras, simultâneamente, em dois turnos:

 

► Turno da manhã (2h30 de prova):

 

– Para cargos de nível médio: provas objetivas (20 questões) + redação;

– Para cargos de nível superior: provas objetivas de Conhecimentos Gerais (20 questões) + prova discursiva de Conhecimento Específico do bloco.

 

► Turno da tarde (3h30 de prova):

 

– Para cargos de nível médio: provas objetivas (40 questões);

– Para cargos de nível superior: provas objetivas de Conhecimentos Específicos (50 questões).

 

Após a homologação, o concurso ficará válido por um ano, com possibilidade de prorrogação por igual período.

Notícias Relacionadas

Concurso BNDES: detalhes sobre as provas e disciplinas

O conteúdo programático completo será divulgado apenas com a publicação do edital

Concurso Público São José – SC: primeira retificação!

O prazo para as inscrições foi alterado, O cargo de Técnico em Contabilidade foi removido e Contador incluído

Concurso Público São José – SC: edital publicado!

Abertas as inscrições para Concurso Público em São José (SC) destinado ao provimento de vagas no quadro de Servidores Públicos

CNU: prova adiada, nova data em breve

O Ministério da Gestão Interna ainda não definiu uma nova data, mas planeja divulgar nas próximas duas semanas

Cursos Relacionados