fbpx
Início » Blog do Rico » Emitido pedido para edital com 260 vagas para concurso do Banco Central

Emitido pedido para edital com 260 vagas para concurso do Banco Central

Postado em 04 jun 2020 em Blog do Rico

O Banco Central confirmou na última segunda-feira (1), através da sua assessoria de imprensa, o encaminhamento de um pedido para autorização de um novo concurso público. O órgão solicita ao Ministério da Economia a abertura de concurso com 260 vagas, que devem ser preenchidas no ano de 2021. 

 

Essa é a segunda tentativa do Banco de realizar o certame. Em 2019, a instituição teve o mesmo pedido negado pelo governo federal que, na época, alegou a impossibilidade de atendimento em razão do cenário fiscal do país. 

 

 

Cargos ofertados no Concurso Banco Central

 

Da mesma forma que o ano anterior, o atual pedido inclui 30 vagas para o cargo de técnico, 30 para procuradores e outras 200 para a carreira de analista. 

 

Os servidores técnicos do Banco Central devem possuir escolaridade de nível médio e contam com um rendimento de R$ 7.741,31, incluindo auxílio-alimentação. Ao passo que a carreira de analista requer formação de nível superior e tem remuneração mensal de R$ 19.655,06. 

 

Já para os interessados nas vagas de procurador, é necessário bacharelado em Direito, além de comprovar dois anos de exercício em prática forense. Para os nomeados, o salário é equivalente a R$ 21.472,49. 

 

 

2.881 cargos de vacância, de acordo com sindicato

 

Além do próprio Banco Central, quem também defende o acontecimento do novo concurso público é o Sindicato Nacional dos Funcionários do BC (Sinal). Isso porque, conforme análise dos dados liberados no portal da instituição financeira no mês de abril, o órgão apresenta em torno de 2.881 cargos vagos.

 

Há, portanto, uma grande necessidade de concurso público para reposição de pessoal. De acordo com o posicionamento do Sinal, a preocupação é decorrente da incapacidade do órgão de atender as demandas originadas pela pandemia do COVID-19, justamente pela defasagem de funcionários. 

 

Um bom exemplo é o pagamento do auxílio emergencial do governo federal, que tem sido efetuado pela Caixa Econômica. Com a falta de servidores, o Bacen tem apresentado dificuldades na emissão de papel moeda em larga escala e intervalo curto de tempo, a fim de dar conta desta política pública. 

 

 

PLP 19/2019

 

Outra informação importante é a de que existe a possibilidade de autonomia do Banco Central. Ou seja, neste caso, não seria mais necessário que um futuro concurso público fosse autorizado pelo governo federal. 

 

Tramitam no Congresso Nacional atualmente dois projetos de lei que visam justamente a independência do Banco Central. O mais avançado e relevante é o PLP 19/2019, protocolado pelo senador Plínio Valério. 

 

O texto já possui aprovação desde o dia 18 de fevereiro pela CAE (Comissão de Assuntos Econômicos) da Casa. Assim, já deveria ter sido votado pelo Plenário, todavia o processo foi atrasado em decorrência da pandemia do novo coronavírus. O projeto segue aguardando análise dos parlamentares, com caráter de urgência.

Notícias Relacionadas

Concurso Prefeitura de Goiás: Edital Publicado

Concurso SES DF: 915 vagas abertas!

Oportunidades são para dois cargos de nível médio! 

Concurso Câmara Municipal de Itapema: Inscrições abertas

6 vagas imediatas para todos os níveis de escolaridade

Novo processo seletivo para a Prefeitura de Porto Alegre

São 138 vagas de nível médio

Cursos Relacionados
Curso EAD pós-edital de Departamento Penitenciário Nacional para o concurso DEPEN 2020
Saiba Mais
Curso EAD pós-edital de Ética no Serviço Público para o concurso DEPEN 2020
Saiba Mais
Curso EAD pós-edital de Direito Penal e Processo Penal para o concurso DEPEN 2020
Saiba Mais
Curso EAD pós-edital de Legislação Especial para o concurso DEPEN 2020
Saiba Mais