fbpx
Início » Blog do Rico » Concurso PM-PR e BM-PR: autorização concedida pelo governador

Concurso PM-PR e BM-PR: autorização concedida pelo governador

Postado em 31 out 2019 em Blog do Rico

Oportunidade para quem tem o sonho de trilhar carreira em instituição militar!

 

No dia 22 de outubro, o governador do estado do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, oficialmente autorizou a abertura de um novo Concurso Público para a Polícia Militar paranaense e também para o Corpo de Bombeiros do Estado. O governador já havia autorizado, no último dia 4 de setembro, a abertura de um concurso público para os cargos nas corporações da Polícia Civil e Depen-PR. No total, cerca de 2.800 vagas abertas foram anunciadas por Ratinho Junior.  

 

Agora, com a formalização dos despachos governamentais, os editais dos certames podem ser publicados e, de acordo com o governo do estado, o processo do concurso passa a ser organizado pelas equipes técnicas do Paraná. Segundo uma publicação nas redes sociais da PM-PR, os editais sairão em breve e a previsão é de que as provas ocorram no início de 2020. 

 

2.400 vagas 

Das 2.400 vagas previstas no certame, 2.000 são para o cargo de soldado na Polícia Militar, enquanto as outras 400 oportunidades são referentes ao mesmo cargo no Corpo de Bombeiros local. O pré-requisito para ambos os casos é de nível médio completo. 

 

Remuneração pode chegar a R$ 4 mil

Apesar dos vencimentos iniciais do cargo de soldado de 2ª Classe serem de R$ 1.895, 72, os ganhos da profissão podem chegar até R$ 4.180,07, após a conclusão do Curso de Formação e o término do estágio probatório, conforme a tabela de vencimentos de 2015.

 

A prova

O último concurso público aberto para a Polícia Militar do Paraná aconteceu em 2012 e foi composto por uma avaliação de cinco etapas. Os candidatos interessados em seguir carreira militar deveriam ser aprovados primeiramente em uma prova de conhecimentos composta por 40 questões de múltipla escolha, além de uma redação.

Os candidatos aprovados nesta primeira prova, depois seriam avaliados nas seguintes etapas, em sequência:

  • Exame de Capacidade Física (eliminatório);

  • Exame de Sanidade Física (eliminatório);

  • Avaliação Psicológica (eliminatório);

  • Pesquisa Social e Documental (eliminatório)

A primeira etapa da avaliação, de caráter eliminatório e classificatório, teve um tempo de duração de 5 horas corridas. Cada questão valia um ponto e, para garantir a aprovação, era necessário acertar ao menos 20 delas; ao passo que a redação teve o peso de 20 pontos, e também era necessário receber ao menos metade da nota. Já a divisão do número de questões por cada disciplina foi feito nas seguintes proporções:

  • Língua Portuguesa – 10 questões

  • Matemática – 7 questões

  • História – 6 questões

  • Geografia – 6 questões

  • Informática – 5 questões

  • Estatuto da Criança e do Adolescente – 3 questões

  • Atualidades – 3 questões

Notícias Relacionadas

Concursos PF, PRF e DEPEN: após a aprovação de uma nova emenda, mais candidatos aprovados podem ser convocados

Foi aprovado pela Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado nesta quarta-feira, 14, uma nova emenda ao Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2022 - que pode garantir que haja mais aprovados convocados dos concursos da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e do Depen.

Quer estudar para concursos, mas não sabe por onde começar? Confira nossas 7 dicas fundamentais sobre como você pode dar o primeiro passo!

Diante de tantos concursos em iminência, muitos concurseiros começam a ficar apreensivos acerca de como começar seus estudos e qual certame escolher. Se você se sente perdido e não sabe como dar seus primeiros passos, pegue sua caneta e leia este post com atenção!

Concurso Susep: Novo concurso é solicitado ao Ministério da Economia.

A solicitação para a ocorrência de um novo concurso da Superintendência de Seguros Privados foi oficialmente confirmada. O órgão anunciou junto a confirmação, o quantitativo do pedido de 294 vagas para o novo edital.

Concurso TJ SP: é cassada liminar que impedia novo edital

Tribunal de Justiça de São Paulo não tem empecilhos para abrir novo concurso para escreventes judiciários.

Cursos Relacionados
×

Powered by WhatsApp Chat

× Como posso te ajudar?