fbpx
Início » Blog do Rico » As três mais difíceis bancas organizadoras de concursos

As três mais difíceis bancas organizadoras de concursos

Postado em 26 ago 2019 em Blog do Rico

A preparação para concurso público é um caminho árduo e, além de estudar muito o conteúdo, também é fundamental conhecer a banca que vai realizar o certame. Saber qual é o estilo da organizadora faz toda a diferença e, pensando nisso, preparamos esse post para ajudar você a se familiarizar com as bancas mais difíceis.

 

Confira quais são as três principais bancas e aproveite nossas dicas:

 

1- CESPE/CEBRASPE

  • Nível de Dificuldade: Alto

  • Concursos: Polícia Federal 2018, PRF 2018, TCE/SC (último concurso), STJ 2017, etc;

  • Tipo de questão: Certo ou Errado

 

A mais temida pela maioria dos concurseiros, a CEBRASPE (antiga CESPE) é uma banca que tem alta complexidade nas questões – que contam com a interdisciplinaridade – e também no estilo da prova.

 

A metodologia que a CEBRASPE utiliza para pontuar é bastante diferente. Funciona assim: o enunciado expõe uma informação e cabe ao candidato saber se ela está certa ou errada. Cada vez que o candidato julga corretamente a informação, ganha um ponto. Quando erra, perde um ponto. Por isso, tenha cuidado com os “chutes”. Se uma questão é deixada em branco ou com duas respostas, o candidato não perde ponto. Por causa dessa diferença no modo de pontuar, é fundamental que o concurseiro estude pelas provas já aplicadas pela banca. Dessa forma, passa a conhecer o jeito das questões e saberá como resolvê-las na hora do seu concurso.

 

 

2- FGV

  • Nível de Dificuldade: Médio a Alto

  • Concursos: TJ/SC, TRT/SC, OAB, TJ/RJ, Polícia Civil RJ, Câmaras Municipais, etc;

  • Tipo de questão: Questões de múltipla escolha

 

A Fundação Getúlio Vargas tem fama por um bom motivo – já cobrou até nota de rodapé.  A banca elabora provas muito imprevisíveis, o que eleva bastante o grau de dificuldade, além das questões complexas e com enunciados longos. Para estar preparado, é preciso prestar muita atenção ao edital e às bibliografias exigidas, que também costumam ser cobradas. Na parte do Direito, a FGV costuma cobrar casos práticos e multidisciplinaridade.

 

 

3- FCC

  • Nível de Dificuldade: Médio a Alto

  • Concursos: TRF4 2019, SEFAZ/SC 2018, TJ/SC 2017 (Juiz), concursos nas esferas municipais, estaduais e federal, etc;

  • Tipo de questão: Questões de múltipla escolha

 

A principal característica da Fundação Carlos Chagas são as questões extensas, porém bastante objetivas. Ao prestar concurso da FCC, é preciso estar atento ao enunciado, que muitas vezes pede ao candidato que assinale a alternativa incorreta, prejudicando os candidatos desatentos. Além disso, as questões são bem distribuídas ao longo da prova, podendo abranger todos os tópicos do edital.

 

 

E aí? Vamos juntos encarar essas bancas? Preparar-se com antecedência é um grande diferencial. Conheça nossos cursos extensivos e inicie seus estudes. →

Notícias Relacionadas

CONCURSO CARTÓRIO SC: Banca organizadora será FGV

Decisão vem com a retomada do concurso público após a anulação do edital de 2019

Concurso PGDF: autorizada contratação da banca

A própria Procuradoria do Distrito Federal será responsável pela contratação da banca para concurso de procurador

Emitido pedido para edital com 260 vagas para concurso do Banco Central

Ministério da Economia deve analisar o pedido para concurso de níveis médio e superior

Concurso Senado: contratação da banca segue em aberto

Todo o processo deve ser concluído em junho, conforme expectativa da Casa.

Cursos Relacionados
Curso pós-edital intensivo, gravado em 2017, para o concurso público de Soldado do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina.
Saiba Mais
Mais de 100 questões 2019/2018 resolvidas, comentadas e detalhadas em videoaulas exclusivas
Saiba Mais
Acesso a temas de redação para diversos concursos públicos de nível médio e superior.
Saiba Mais
Preparação completa online para o concurso de Agente Federal de Execução Penal – DEPEN 2020.
Saiba Mais